Pesquisa
segunda-feira, 27 de abril de 2015

Comunidade elege Augusto Couto como melhor sindicalista do estado

Augusto Couto recebe o troféu da presidente da FECS, Adriana Oliveira (à dir.) (Crédito da foto: Kleber Santos)

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa), Augusto Couto, recebeu da Federação das Entidades Comunitárias de Sergipe (FECS) o prêmio de melhor sindicalista do “Troféu Melhores de 2014”, nesta segunda-feira (27), no auditório do Teatro Atheneu Sergipense. Foram premiadas 31 personalidades sergipanas de diversas categorias, como comunicação, política, educação social, sindical e artística.

Na avaliação do presidente do Sintasa, o prêmio de melhor sindicalista não é apenas dele, mas de toda equipe da diretoria e colaboradores do sindicato. “Este é um reconhecimento do trabalho, da eficiência que o sindicato teve em 2014 e está tendo neste ano. Isso mostra a nossa responsabilidade e o respeito com a categoria. O nosso objetivo não é somente o trabalhador, mas sim também o SUS. Nós defendemos a melhoria nas unidades de Saúde, não apenas nos municípios, mas nos Hospitais Regionais que envolve toda a Saúde”, disse Couto. “O Sintasa está de olho, vigilante às questões, principalmente, do atendimento à nossa população e também o olhar para os nossos profissionais da Saúde”.

A presidente da entidade, Adriana Oliveira, explica que foram distribuídos na capital e em algumas cidades do estado 2.403 formulários para serem preenchidos pela comunidade. “Os nomes foram eleitos democraticamente, através da votação popular”, disse Adriana, ressaltando que a pesquisa foi realizada entre os dias 10 de março e 10 de abril deste ano.

Foram escolhidos entre os melhores:

1) Jornal Diário- JORNAL DA CIDADE; 
2) Jornal Alternativo- JORNAL POVÃO; 
3) Editora de Jornal Impresso - CLAUDIA LEMOS; 
4) Jornalista Politico - RITA OLIVEIRA; 
5) Repórter Fotográfico - DIÓGENES DI; 
6) Programação de Televisão- TV ATALAIA; 
7) Telejornal- 1.ª EDIÇÃO TV SERGIPE; 
8) Repórter de Televisão - SARA MEDEIROS;
9) Apresentador de Telejornal - SUSANE VITAL; 
10) Programa de Rádio FM - FM SERGIPE; 
11) Programação de Rádio AM - AM JORNAL;
12) Programa Jornalistico de Rádio - LIBERDADE SEM CENSURA; 
13) Apresentador de Programa Jornalistico de Rádio - MESSIAS CARVALHO; 
14) Repórter de Rádio - ERON RIBEIRO; 
15) Site Informativo -INFONET;
16) Radio Comunitária - MAR AZUL FM DE ESTÂNCIA; 
17) Sindicalista - AUGUSTO COUTO DO SINTASA
18) Prefeito - VALMIR COSTA DE ITABAIANA; 
19) Senador - EDUARDO AMORIM;
20) Deputado Federal - ANDRÉ MOURA;
21) Deputado Estadual - GILSON ANDRADE; 
22) Vereador - LUCAS DE ARIBÉ;
23) Personalidade Politica - JACKSON BARRETO; 
24) Revelação Politica - SILVIA FONTES; 
25) Líder Comunitário - ARAGÃO BARROSO; 
26) Secretário - SAULO ELOY DE NOSSA SENHORA DO SOCORRO; 
27) Melhor Universidade/Faculdade - FANESE; 
28) Colégio Particular -AMADEUS; 
29) Colégio Estadual - ATHENEU SERGIPENSE; 
30) Instituição Social - CRECHE ALMIR DO PICOLÉ;
31) Cantora - MAIZA REIS.


Foto: Kleber Santos

Foto: Cleverton Ribeiro

Compartilhe:
Com.: 0
sábado, 25 de abril de 2015

Sintasa realiza mais uma edição do Forró Sarado


16ª edição contará com a novidade de dois dias de festa, 5 e 6 de junho

A tradicional comemoração dos festejos juninos do Sintasa para os seus filiados irá acontecer com a realização da 16ª edição do Forró Sarado, nos dias 5 e 6 de junho, no Espaço Cultural Gonzagão, em Aracaju. Serão sete atrações renomadas que agitarão nos dois dias de festa: Banda Alma Gêmea, Forró dos Plays, Forró Experimenta, O Rei da Farra, Marcos Giva, Kelly Costa, e Forró Se Avexe Não.

Os convites para o Forró Sarado poderão ser adquiridos a partir do dia 4 de maio, mas para isso, basta o filiado ir até a sede do Sintasa, que fica localizada na Rua Lagarto, 755, no centro da capital, munido do seu contracheque atualizado. Cada filiado terá direito ao seu convite e mais três por noite.

De acordo com o presidente do Sintasa, Augusto Couto, o motivo de realizar dois dias de evento pela primeira vez é que todas as edições anteriores foram lotadas e muito requisitadas pelos filiados. “Esse acréscimo de um dia é para atender os pedidos dos filiados que queriam mais divertimento e atrações. Vamos fazer por experiência. Se der certo poderemos repetir nos próximos anos”, explicou o coordenador.

Para Augusto Couto, o Forró Sarado é mais uma oportunidade de confraternização da categoria. “Os profissionais de Saúde sofrem tanto durante o ano com as péssimas condições de trabalho, falta de reajuste digno de salário e muitos vivem com estresse. Então, uma festa dessa serve para eles relaxarem, curtirem com a família tranquilamente, já que zelamos pela organização e segurança, e além disso, poder rever aquele amigo da área que, às vezes, não consegue ver por conta da correra do dia-a-dia”, diz o presidente do Sintasa.

Além de não ser uma festa paga, mas sim dos filiados, outro fato que chama atenção é o preço dos alimentos típicos e bebidas da festa. Por exemplo, água, refrigerante e cerveja custarão apenas R$ 2,00, graças ao fato de parte do custo será subsidiado pelo sindicato.

Agora, é só cada filiado fazer a contagem regressiva para curtir duas noites de muita festa e alegria.

Compartilhe:
Com.: 0
quinta-feira, 16 de abril de 2015

Agentes da Barra acionam a Justiça contra a prefeitura

Após perceber a falta de compromisso da Prefeitura da Barra dos Coqueiros em relação aos agentes comunitários de Saúde (ACS) e agentes de Saúde de Endemias (ACE), o Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa) decidiu juntamente com a categoria entrar com uma ação judicial para o pagamento do salário retroativo do Piso Nacional de julho de 2014 a fevereiro de 2015, conforme Lei Federal.

Na próxima quinta-feira (23), às 7 horas, na Unidade de Saúde do município, haverá uma assembleia entre a diretoria do sindicato e os agentes comunitários e de endemias para fazer os devidos esclarecimentos sobre a atual situação, uma vez que o acerto da gestão era que nesta quinta-feira (16) definiria as datas do parcelamento do retroativo, mas alegaram que o município não tem condições financeiras para fazer esse agendamento, restando assim ao sindicato acionar a Justiça. O número do processo é 201590000512.

Compartilhe:
Com.: 0
quarta-feira, 15 de abril de 2015

Número do processo dos agentes de São Cristóvão

 

Compartilhe:
Com.: 0
quarta-feira, 15 de abril de 2015

Sintasa discute com a SMS lista de reivindicações na mesa setorial


Reavaliação do grau de insalubridade e periculosidade dos servidores da Saúde da Prefeitura de Aracaju e reavaliação do valor repassado aos servidores pelo Programa de Melhoria do Acesso e Qualidade da Atenção Básica (PMAQ-AB). Estes foram dois pontos de uma lista discutida entre a diretoria do Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa) e o secretário municipal de Saúde de Aracaju (SMS), Luciano Paz, durante a mesa setorial da categoria, nessa terça-feira (14), na sede da secretaria.

O diretor do Sintasa, João Wadson, explica que sobre o PMAQ-AB o sindicato entende que a equipe desse programa é completa, mas o repasse está fragmentado a alguns trabalhadores, uma vez que um recebe valor muito maior do que outro. “É preciso que todos recebam o mesmo valor ou então o valor dos profissionais de nível superior, como médicos e enfermeiros, não seja tão exorbitante em relação aos profissionais de nível médio”, observa Wadson, que foi acompanhado na reunião pela diretora Maria Edite, o gerente Janderson Alves, e o advogado Roberto Wagner, da Assessoria Jurídica do sindicato.

Em relação à reavaliação do grau de insalubridade e periculosidade, ficou acertado de que a Secretária de Saúde solicitaria a Secretaria de Planejamento Orçamento e Gestão (Seplog) para que seja feita essa reavaliação.

Outro ponto debatido foi a criação da Gratificação por Produtividade e Criticidade. De acordo com o advogado do Sintasa, Roberto Wagner, essa gratificação existia no ano passado no Estado de Sergipe e propõe que em determinadas unidades de Saúde, cujo trabalho seja mais complexo, mais cuidado e mais conhecimento técnico do trabalhador deve ser atribuído um valor remuneratório superior a outras unidades que não tenha tanta complexidade. 

Só para exemplificar, no Estado, a Maternidade Nossa Senhora de Lourdes e o Hospital de Urgência de Sergipe (HUSE) são pontos críticos e, por isso, os servidores tinham uma remuneração diferenciada. “A proposta do Sintasa é trazer este ponto para o município de Aracaju”, explica Roberto Wagner, acrescentando que o sindicato irá confeccionar um relatório apresentando esta diferenciação nas unidades da capital e entregar ao secretário.
 
Lista
Outras bandeiras levantadas pelo Sintasa são a criação da Comissão interna de prevenção de acidentes (CIPA), fornecimento adequado de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s), elaboração do Perfil Profissiográfico Profissional (PPP), constituição da comissão permanente de negociação composta por membros da gestão e da categoria, reajuste do piso salarial em 100% com impacto na tabela salarial a ser realizado de forma gradativa, custeio de 100% da gestão sobre plano de assistência médica hospitalar (IPES), e participação dos trabalhadores nas decisões tomadas nas unidades de Saúde.

As demais reivindicações são a fixação de cronograma de reuniões do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT)/Centro de Referência Regional de Saúde do Trabalhador (Cerest), representação do sindicato de classe no Conselho Administrativo da Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA), ticket alimentação para os trabalhadores no valor de R$ 600,00, conclusão do Estatuto do Servidor, retorno dos interníveis para 5%, retorno da data-base para 1º de janeiro, transporte para trabalhadores das visitas domiciliares, mesa de negociação permanente do SUS, criação do banco de horas com implantação do banco eletrônico, maior segurança nas unidades de Saúde e cumprimento da Lei Federal dos Auxiliares de Saúde Bucal (ABS).





Compartilhe:
Com.: 0
terça-feira, 7 de abril de 2015

Números dos processos do Sintasa na Justiça

Quem quiser acompanhar os processos basta entrar no site:

> Piso salarial dos agentes de Tobias Barreto
201585000235

> Piso salarial dos agentes de Siriri
201576200069

> Piso salarial dos agentes de Neópolis
201575000370

> Piso salarial dos agentes de Canindé
201564000330

> Piso salarial dos agentes de Nossa Senhora da Glória
201577000261

> Piso salarial dos agentes de Cedro

201566000131

> Piso salarial dos agentes de Canhoba
201560100024

> Piso salarial dos agentes de Campo do Brito
201563000174

> Piso salarial dos agentes de Areia Branca
201573100159

> Piso salarial dos agentes de Propriá
201556000696

> Motoristas do carro fumacê da Funesa
0000276-08.2015.5.20.0007

> Aposentadoria especial:
2013124898

> Caso Transurh: 0000628.2012.20.000/9-10

> Deslocamento do trabalhador: 0001900-81.5.20.0001

> Férias atrasadas (FHS): 0001887-61.2013.5.20.0008

> Vereador de Estância: 201350100970

> Obraserv 1: 0000231-32.2014.5.20.0009

> Obraserv 2: 0000381-19.2014.5.20.0007

> Reajuste salarial: 201400102382

> Acordo Coletivo (FHS): 0001362-82.2013.5.20.0007

> Japaratuba: 0001055-53.2012.5.20.0011

> Incorporação dos 25% do PER (FHS): 0000381-22.2014.5.20.0006

> Sindhose: 001498.2013.20.000/8

> Isonomia (FHS): 0000376-03.2014.5.20.0005

Compartilhe:
Com.: 0
sábado, 28 de março de 2015

Encaminhada proposta da Convenção Coletiva 2015-2017

O Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa) encaminhou, na semana passada, para o Sindicato dos Hospitais e Clínicas do Estado de Sergipe (Sindhouse) a proposta da Convenção Coletiva do Trabalho 2015-2017. Entre as cláusulas, há a proposta do piso no valor de R$ 875,80 a partir de 1º de junho deste ano.

Além do Sindhouse, foi encaminhada uma cópia da proposta ainda para o Hospital Primavera, Hospital Cirurgia, Hospital Unimed, Hospital São José, Hospital dos Rins, Hospital do Coração, Hospital e Maternidade Santa Izabel, João Nabuco D’Ávila Med, Clínica Renascença, Clínica Santa Helena, Clínica de Repouso São Marcelo, Clinese, Climed e Laclise.

Tabela salarial da proposta da convenção:



>> Confira AQUI a proposta completa da convenção

>> Veja AQUI os 15 ofícios encaminhados à Rede Privada


Compartilhe:
Com.: 0
sexta-feira, 27 de março de 2015

Sintasa repudia corte de gratificação dos agentes da Barra dos Coqueiros

O Piso Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Combate às Endemias (ACE) foi aprovado pela Câmara Municipal da Barra dos Coqueiros, na última quarta-feira (25), mas o presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde de Sergipe (Sintasa), Augusto Couto, lamentou a retirada da gratificação que era dada aos agentes no valor de R$ 144,00 relacionada ao Programa de Saúde da Família (PSF).

“Isso não poderia ser feito. Nós parabenizamos pela aprovação do piso nacional, mas repudiamos a gestão municipal por cortar o incentivo do PSF de 144 reais”, disse Augusto Couto, afirmando que o sindicato irá promover juntamente com os agentes algumas manifestações contra esse corte.

Sobre o retroativo do pagamento do piso de julho de 2014 a fevereiro de 2015, o acerto que houve, inclusive, com documento foi que no dia 16 de abril haverá uma reunião entre a prefeitura municipal da Barra dos Coqueiros e o Sintasa para definir como será feito o parcelamento.

Compartilhe:
Com.: 0
terça-feira, 24 de março de 2015

Servidores da Saúde receberão o salário do Governo no dia 30

O Governo do Estado anuncia o pagamento do funcionalismo público estadual para os dias 27, 30 e 31 de março. Os primeiros a receber os vencimentos referentes ao mês de março serão os servidores lotados na Secretaria de Estado da Educação (Seed), no dia 27, sexta-feira.

Na segunda-feira, dia 30, recebem o pagamento os servidores lotados na Secretaria de Saúde e demais secretarias e no dia seguinte, 31, terça-feira, aposentados, pensionistas e demais servidores lotados em empresas, autarquias e fundações.

*Com informações da ASN

Compartilhe:
Com.: 0
segunda-feira, 23 de março de 2015

Lei Municipal dos ACS e ACE da Barra dos Coqueiros

> Confira AQUI a Lei Municipal dos ACS e ACE da Barra dos Coqueiros



Compartilhe:
Com.: 0
segunda-feira, 23 de março de 2015

Paralisação é cancelada após Prefeitura da Barra dos Coqueiros garantir pagamento do piso nacional


Depois de receber um documento oficial da Prefeitura da Barra dos Coqueiros garantido o pagamento do Piso Nacional dos agentes comunitários de Saúde e agentes de combate às endemias ainda neste mês de março, a diretoria do Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa) se reuniu com os agentes nesta segunda-feira (23) pela manhã e decidiram cancelar a paralisação que ocorreria nesta terça-feira (24) na sede do município.

“Conversamos com os agentes, mostramos a garantia da prefeitura e chegamos ao acordo de que não haveria necessidade de uma paralisação já que o nosso objetivo foi alcançado. O piso nacional será implantado ainda neste mês”, disse Augusto Couto, presidente do Sintasa, explicando que representantes da prefeitura se reuniram com a diretoria na última sexta-feira (20), na sede do sindicato.

Agora, no dia 16 de abril, haverá outra reunião entre a prefeitura municipal da Barra dos Coqueiros e o Sintasa para definir como será feito o parcelamento do pagamento do retroativo do piso de julho de 2014 a fevereiro de 2015. “Estamos confiantes que assim como conseguimos chegar um acordo para a implantação do piso, também acertaremos da melhor maneira possível o pagamento do retroativo”, disse Augusto Couto.




Compartilhe:
Com.: 0
quarta-feira, 18 de março de 2015

Agentes da Barra dos Coqueiros farão paralisação terça-feira


Os agentes comunitários de Saúde e agentes de combate às endemias da Barra dos Coqueiros irão fazer uma paralisação de 24 horas na próxima terça-feira (24), a partir das 7 horas, na Clínica de saúde da sede do município como forma de protesto para que a prefeitura municipal faça o pagamento do piso nacional dos agentes, conforme Lei Federal. Na ocasião, o Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa) irá oferecer um café da manhã para categoria no início da paralisação.

A decisão do ato foi definida nesta quarta-feira (18) à tarde durante uma assembleia entre a diretoria do sindicato e os agentes do município. “Será uma paralisação de alerta para ver se o prefeito se manifesta para conversar com a categoria. É precisa que seja aberto um diálogo não apenas com o sindicato mas também com os trabalhadores”, disse Augusto Couto, presidente do Sintasa.

Foi constatado também que os agentes trabalham com poucas condições, como protetor solar de baixa qualidade, o fardamento não está completo, faltam materiais a exemplo de prancheta e balança de pé. “Sem contar no risco para se trabalhar devido à violência, mas mesmo assim não é dada a devida atenção a estes profissionais que passam por esses apuros. Não existe nenhum acesso ao gestor”, diz Augusto Couto. Há ainda dificuldade de se conseguir atestado. Caso passem cinco dias afastados, os agentes comunitários são obrigados a passar pelo médico do trabalho.


Compartilhe:
Com.: 0
1 2 3 4 5 6 » Próxima » Última