Pesquisa

Ofícios encaminhados aos órgãos de São Cristóvão

21/10 16:01
 Veja os ofícios em tamanho maior AQUI



Compartilhe:
Com.: 0

Agentes de saúde e de endemias de São Cristóvão farão paralisação

21/10 15:41

A diretoria do Sindicato dos Trabalhadores da Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa) realizou uma assembleia com os agentes comunitários de Saúde (ACS) e os agentes de combate às endemias (ACE) de São Cristóvão nesta terça-feira (21), na sede do município, e decidiram fazer uma paralisação de 24 horas nesta quinta-feira (23). Haverá ainda uma mobilização no mesmo dia, às 7 horas, na Unidade de Saúde do Eduardo Gomes. Ficou acertado ainda que haverá outra assembleia na sexta-feira (24) para fazer avaliação da paralisação e discutir a possibilidade de indicativo de greve.

As duas categorias reivindicam o cumprimento do piso nacional, conforme a Lei Federal 12.994/2014, visto que no município o salário base é de R$ 750,00 contra R$ 1.014,00 do piso nacional. Os agentes precisam ainda do fardamento para o trabalho, protetor solar e melhores condições de trabalho.
 

Compartilhe:
Com.: 0

Convenção Coletiva da Rede Privada 2013/2015

17/10 09:57

>> Fazer o download da Convenção AQUI

Compartilhe:
Com.: 0

Convocação de Assembleia Geral

16/10 10:21


Compartilhe:
Com.: 0

Agentes de São Cristovão reivindicam piso nacional

16/10 09:44
(Veja em tamanho maior)

Os agentes comunitários de Saúde (ACS) e os agentes de combate às endemias (ACE) de São Cristóvão estarão realizando uma assembleia geral na próxima terça-feira (21), às 8 horas, na sede do município. A razão do ato é discutir a possibilidade de indicativo de greve por conta da falta de diálogo entre a prefeitura e o Sindicato dos Trabalhadores da Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa), representante das duas classes, visto que o sindicato já encaminhou ofícios solicitando uma reunião, mas até o momento não recebeu nenhuma resposta.

As duas categorias reivindicam o cumprimento do piso nacional, conforme a Lei Federal 12.994/2014, visto que no município o salário base é de R$ 750,00 contra R$ 1.014,00 do piso nacional. Os agentes precisam ainda do fardamento para o trabalho, protetor solar e melhores condições de trabalho. Todos estes pontos foram relatados nos ofícios encaminhados pelo Sintasa nos dia 13 e 15 deste mês para a prefeita Rivanda Batalha.

A assembleia será realizada na Av. Lourival Batista, 691, em frente a Pousada Lua da Bica, no centro de São Cristóvão.

Compartilhe:
Com.: 0

Sintasa firma convênio com manicure

14/10 16:26

O Sindicato dos Trabalhadores da Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa) está oferecendo aos seus filiados, conforme promessa de campanha, os serviços de manicure às segundas, quartas e sextas-feiras, das 8h às 11h.

Serão quatro atendimentos por dia, de acordo com prévio agendamento pelo telefone: (79) 3211-7945.

No dia do atendimento, o filiado deve-se dirigir à recepção do sindicato e apresentar o último contra-cheque do mês.

Compartilhe:
Com.: 0

Servidores da Saúde do nível médio miram paralisação em Aracaju

10/10 16:37


Os técnicos e auxiliares de enfermagem e atendentes de consultório dentário lotados nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município de Aracaju acenam com a possibilidade de uma paralisação de 24 horas para o dia 17 de outubro, na próxima sexta-feira. A data ficou acertada na assembleia da categoria nesta sexta-feira (10), na sede do Sindicato dos Trabalhadores da Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa).

De acordo com o presidente do Sintasa, Augusto Couto, a paralisação só não ocorrerá, caso haja um avanço nas negociações com o secretário de Saúde, Luciano Paz, cuja reunião acontecerá na segunda-feira (13), às 7h30min, na Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplog). “Há muito tempo estamos tentando um diálogo com o secretário e não temos conseguido, mas na segunda-feira ele nos ligou e acertou esta reunião. Espero que haja algum avanço e ele nos mostre soluções para as nossas demandas”, disse Couto.

Na terça-feira (14), às 7h30min, haverá outra assembleia da categoria para apresentar o resultado na reunião com o secretário Luciano Paz. E lá, será decidido se haverá a paralisação na sexta-feira ou não. Caso se confirme, apenas 30% dos cerca de 300 servidores da Saúde do nível médio de Aracaju, divididos em 43 UBS, estarão em atividade na paralisação.

Compartilhe:
Com.: 0



Sintasa aciona a Justiça contra a FHS

07/10 03:06

O Sindicato dos Trabalhadores da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa) entrou com um processo judicial contra a Fundação Hospitalar de Saúde (FHS) para que seja pago a incorporação dos 25% da gratificação da variável aos trabalhadores, a partir de setembro deste ano, conforme acordo do Plano de Emprego e Remunerações (PER).

O servidor da FHS que quiser conferir o andamento do processo, basta acessar o site do Tribunal Regional do Trabalho da 20ª Região (http://www.trt20.jus.br), e procurar o processo de número: 0001469-86.2014.5.20.0009.
 

Compartilhe:
Com.: 0

Sintasa firma convênio com manicure

07/10 02:22

O Sindicato dos Trabalhadores da Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa) está oferecendo aos seus filiados, conforme promessa de campanha, os serviços de manicure às segundas, quartas e sextas-feiras, das 8h às 11h.

Serão quatro atendimentos por dia, de acordo com prévio agendamento pelo telefone: (79) 3211-7945.

No dia do atendimento, o filiado deve-se dirigir à recepção do sindicato e apresentar o último contra-cheque do mês.

Compartilhe:
Com.: 0

Servidores da Saúde da capital poderão deliberar nova greve

02/10 12:21


Por falta de negociação com a Prefeitura de Aracaju, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o Sindicato dos Trabalhadores da Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa) irá realizar uma Assembleia Geral com os servidores da capital para deliberar o estado de greve, no dia 10 de outubro, com a primeira chamada às 7h30 e a segunda às 8h, na sede do sindicato.


Vale destacar que os servidores entraram em greve no dia 11 de setembro e encerraram por determinação da Justiça, no dia 18 de setembro, uma vez que foi alegada que havia um canal aberto de diálogo. Só que, na prática, o sindicato mostrou que não havia e a prova é que depois da greve encerrada o Sintasa encaminhou ofícios à SMS solicitando uma reunião, mas não recebeu resposta até esta quinta-feira (2).

Algumas demandas

A principal luta dos servidores é para que haja o reajuste de 6,5% no salário, uma vez que foi concedido aos outros servidores públicos. Outro ponto é a incorporação das gratificações, que segundo os próprios servidores, foi incorporado em alguns e em outros não.

A categoria quer também uma reavaliação dos graus da insalubridade em todas as unidades de Saúde. Neste ponto, a SMS oficializou que em 90 dias teria uma resposta dessa avaliação. Por fim, os servidores querem uma reunião para discutir o pagamento do Programa de Melhoria do Acesso e Qualidade da Atenção Básica (PMAQ). A ideia é que seja o pagamento igual por valor e não por porcentagem.


Compartilhe:
Com.: 0

1 2 3 4 5 6 » Próxima » Última
Vídeos
Mais Vídeos

Arquivos

Galeria Fotos
Veja todas fotos