Pesquisa

Secretaria Municipal de Saúde dificulta reunião com o Sintasa

29/07 14:59

Depois do Sintasa protocolar no dia 21 de julho na Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e na Prefeitura de Aracaju solicitando uma audiência para debater as reivindicações da categoria apresentadas na assembleia do dia 18 de julho, a diretoria voltou a encaminhar nesta terça-feira (29) outro ofício pedindo mais uma vez urgência na audiência.

“Infelizmente, parece que a Secretaria Municipal de Aracaju está fazendo pouco caso com a categoria. Se estivesse preocupada mesmo iria, no mínimo, querer nos atender prontamente. Os servidores não são bobos e vão lutar sempre pelos direitos adquiridos”, reclamara o presidente do Sintasa, Augusto Couto.

Na última assembleia com a categoria, ficou marcada uma outra assembleia no dia 15 de agosto, às 13h30min, na sede do Sintasa, até lá o sindicato espera que haja a audiência para que possa dar uma satisfação aos servidores da Saúde de Aracaju.

Compartilhe:
Com.: 0


Sintasa participará de audiência sobre a Obraserv no dia 4 de agosto

29/07 14:18

A diretoria do Sintasa estará participando de uma audiência pública no Tribunal Regional do Trabalho na próxima segunda-feira (4) para pedir a liberação do pagamento das rescisões dos trabalhadores que prestaram serviço à Obraserv, empresa terceirizada da Fundação Hospitalar de Saúde (FHS). Caso seja atendido, os ex-funcionários poderão receber o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e dar entrada no seguro-desemprego.

O presidente do Sintasa, Augusto Couto, sugere que por conta dessa audiência marcada que os trabalhadores aguardem a ida até a sede do sindicato para pegar a rescisão, visto que as pessoas que estão pegando terão que retornar mais uma vez, e muitas são do interior, para fazer a homologação.

As rescisões de contrato de trabalho estão no Sintasa depois de uma ordem judicial, visto que a sede da Obraserv não é em Sergipe o que dificultaria aos ex-funcionários pegaram seus respectivos documentos.

“Quem quiser pegar a rescisão pode, mas aconselho aguardar o resultado da audiência para darmos as devidas orientações, até porque teremos que organizar as datas das homologações com cada um, visto que são muitas pessoas”, explica Augusto Couto.

Compartilhe:
Com.: 0


Servidores reclamam de unidade de Saúde de Japaratuba

28/07 23:00

A direção do Sintasa visitou nesta segunda-feira (28) a Clínica de Saúde da Família, Dr. José Augusto Correia Santos, em Japaratuba, e constatou muita reclamação dos servidores daquele local. Eles reclamam que a falta segurança noturna e correm perigo, querem um plano de Saúde de melhor qualidade, precisam de diárias para os técnicos e auxiliares de enfermagem no transporte de pacientes, e mais segurança nos meios de transporte que fazem a locomoção dos usuários, uma vez que alguns estão com pneus lisos e com a manutenção em falta.

Os diretores do sindicato passaram as reivindicações ao prefeito Hélio Sobral e recebeu ainda a notícia que o Sintasa ajudará na construção do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV). Como o sindicato já possui o modelo padrão do PCCV que pode ser utilizado nos municípios, estará enviando ainda esta semana para a prefeitura de Japaratuba.

Compartilhe:
Com.: 0

Diretores do Sintasa recebe visita do vereador Robson Viana

23/07 18:20

Em visita efetuada pelo vereador de Aracaju, Robson Viana (PMDB), aos diretores do Sindicato dos Trabalhadores da Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa), o parlamentar apresentou suas propostas de campanha, compromissos voltados a Saúde e disse estar pleiteando a vaga para Assembleia Legislativa Estadual.

Na ocasião, Robson Viana informou que deseja contribuir com o desenvolvimento sindical por entender que a luta destes profissionais se aproxima com seus ideais e parabenizou a gestão do Sintasa pela recente eleição e que disponibilizará seu mandato em prol desta classe. “Como gestor e pessoa me preocupo com a Saúde do nosso estado. Estou aqui se somar e também levar ao governador do estado a preocupação do sindicato em relação à Saúde”, disse o vereador.

Por sua vez, a diretoria do sindicato informou que necessita do apoio na Casa Legislativa para que possa ajudar aos trabalhadores e as questões da Saúde, que tem uma abrangência muito grande de problemas. A entidade continuará buscando melhorias para a classe dos trabalhadores da Saúde e travará suas lutas como a completa implantação do Plano de Cargos Carreiras e Vencimentos (PCCV) e ainda às 30 horas.



Crédito das fotos:
Kleber Santos/Sintasa



Compartilhe:
Com.: 0


Repercussão da matéria da assembleia do município

21/07 09:30

JORNAL DO DIA


JORNAL DA CIDADE




Compartilhe:
Com.: 0

Servidores reclamam que não receberam reajuste no contracheque

18/07 17:05

Após a assembleia geral com os servidores da Saúde do município de Aracaju, ficou detectado que não houve o pagamento do reajuste de 6,5% como ficou acertado pela Prefeitura de Aracaju. Os trabalhadores levaram os seus contracheques, na reunião realizada na tarde desta sexta-feira (18), na sede do Sintasa, e de nenhum foi encontrado o reajuste, segundo a direção do Sintasa.

Para tentar buscar soluções para esta e outras questões, o Sintasa irá protocolar segunda-feira um ofício na Secretaria Municipal de Saúde (SMS) solicitando uma audiência. Com isso, ficou marcada outra assembleia da categoria para o dia 15 de agosto, às 13h30min, na sede do Sintasa.

Na reunião desta sexta, os servidores reclamaram também que alguns não receberão a incorporação das gratificações no salário base, como o de progressão por méritos, complemento do Programa de Saúde da Família (PSF) e gratificação de titulação.

Outra reivindicação foi que o pagamento do Programa de Melhoria do Acesso e Qualidade da Atenção Básica (PMAQ) foi desproporcional ao que foi trabalhado. Também ficou combinado, depois da sugestão dos trabalhadores, que o Sintasa pressione a SMS para refazer a perícia sobre as áreas que os servidores trabalham para receber a insalubridade, que hoje é de 20%, uma vez que existe a desconfiança de que a porcentagem poderá ser superior.




Compartilhe:
Com.: 0

Sintasa reclama da limitação do PCCV da Saúde

18/07 16:42

Apesar de ter organizado a carreira dos profissionais da Saúde e poder apresentar as possibilidades de crescimento pelo tempo dedicado ao serviço, o PCCV da Saúde que foi implantado pelo governo do Estado não está atendendo a expectativa dos servidores da Saúde, segundo a diretoria do Sindicato dos Trabalhadores da Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa).

Na teoria, a lei do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV), promulgada no inicio de abril deste ano, iniciou sua vigência neste mês de julho, mas para na limitação financeira por conta da lei de responsabilidade fiscal.

“O PCCV como instrumento para a classe é uma boa ferramenta, porém, não permitir que ele entre em funcionamento completo é fazer de conta que o plano existe, esse é o sentimento dos trabalhadores da saúde que esperavam ver implementado imediatamente aquilo que legalmente diz existir”, disse o presidente do Sintasa, Augusto Couto, elogiando que com a nova lei poderá haver os escalonamentos de 5% por cada nível ultrapassado.

O líder sindical aponta uma solução para o impasse. “Se o governador reduzir os gastos com os cargos comissionados e passar a gastar com os concursados e isto será o verdadeiro PCCV da saúde”.

Contracheque
Segundo orientação da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag), os contracheques desse mês de julho sairão com as informações finais, porém, outra rubrica será apresentada para limitar “os ganhos financeiros” alcançados com o PCCV a um percentual linear de 6,38%. “Sem a completa entrada do PCCV, por faltar o ganho financeiro, os trabalhadores da saúde ainda não podem usufruir completamente deste Plano”, reclama Augusto Couto.

Compartilhe:
Com.: 0


Servidores relatam dificuldades de trabalho no município

16/07 17:07

A diretoria do Sintasa visitou nesta quarta-feira (16) muitas unidades de Saúde do município de Aracaju e recebeu algumas reivindicações dos servidores em relação à diminuição de materiais para curativos, de lençóis para macas, da liberação de exames e a falta de medicamentos. Na ocasião, os diretores divulgaram a assembleia geral que acontecerá da categoria na próxima sexta-feira (18), na sede do sindicato.

As unidades de Saúde visitadas foram a Francisco Fonseca, Carlos Hardman, Carlos Fernandes, Dona Jovem, Dona Sinhazinha, Lauro Dantas, Onésimo Pinto, Cândido Alves e o Walter Cardoso.

Compartilhe:
Com.: 0

1 2 3 4 5 6 » Próxima » Última
Vídeos
Mais Vídeos

Arquivos

Galeria Fotos
Veja todas fotos